Bioparque

PRF divulga imagens de ponte que seria detonada por manifestantes para bloquear BR-158

Por PH em 26/11/2022 às 09:12:25
Foto : Divulgação

Foto : Divulgação

De acordo com a PRF, derrubar pontes e detonar explosivos nas rodovias faziam parte dos planos dos manifestantes para impedir a trafegabilidade total nas rodovias que cortam o Estado.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou imagens de uma ponte de madeira na BR-158 que, no perímetro de Bom Jesus do Araguaia, seria detonada por manifestantes em atos de vandalismo durante os protestos contra o resultado das eleições que deu vitória a Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Conforme a PRF, a intenção dos criminosos era de derrubá-la para impedir o trânsito na rodovia.

Nas imagens divulgadas pela PRF é possível ver vários cortes nos pilares de madeira que sustentam a ponte com o objetivo de derrubá-la. O ato foi descoberto durante o patrulhamento da PRF nas rodovias. O caso foi registrado no início do mês, mas as imagens foram divulgadas nesta quinta-feira.


Ainda conforme a PRF, foi registrada uma tentativa de depredação em ponte na BR-364 em Rondonópolis (220 km de Cuiabá), onde foram encontrados explosivos prontos a serem detonados pelos manifestantes.


Na BR-174, próximo a Sapezal (480 km de Cuiabá), a PRF encontrou furos no asfalto cheios de dinamites. A suspeita é de que os manifestantes queriam detonar os explosivos na intensão de bloquear a rodovia.


De acordo coma PRF, derrubar pontes e detonar explosivos nas rodovias faziam parte dos planos dos manifestantes para impedir a trafegabilidade total nas rodovias que cortam o Estado.

Os atos antidemocráticos tiveram início no dia 30 de outubro, após o resultado do segundo turno das eleições. Os eleitores do atual presidente Jair Bolsonaro não aceitam a derrota nas ruas e deram início a uma série de protestos.


Desde então, o Estado vem registrado atos de vandalismo provocados pelos manifestantes. Duas carretas foram incendiadas na BR-163, em Cláudia (587 km de Cuiabá), na última segunda-feira (21). No mesmo dia, na região central de Sinop, criminosos atearam fogo em uma carreta que trafegava pela BR-163. Dois suspeitos foram presos.


No sábado (19), a base da concessionaria que administra trecho da BR-163 na região norte do Estado, a Rota do Oeste, foi atacada em atos de vandalismo. Uma ambulância e um caminhão-guincho foram incendiados.

Conforme a PRF, até o momento, 14 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento em atos de vandalismo. Além de apreendidos armas, celulares e dinheiros. Os casos continuam sendo investigados.

Fonte: Terra MT Digital

Comunicar erro
HENRIQUE E JULIANO

Comentários

vacin