Camara municipal

Preso em Dourados, 'Cabeça' era respons√°vel pela log√≠stica das cargas milion√°rias de coca√≠na

Por PH em 20/09/2023 às 17:29:30
Ele é acusado de intermediar pelo menos dois carregamento de cocaína interceptadas na BR-163 pela PRF - Crédito: Dourados News/Arquivo SAIBA MAIS TRÁFICO Douradense é preso mais de 500 quilos de clor

Ele é acusado de intermediar pelo menos dois carregamento de cocaína interceptadas na BR-163 pela PRF - Crédito: Dourados News/Arquivo SAIBA MAIS TRÁFICO Douradense é preso mais de 500 quilos de clor

Alvo da Operação Akã desencadeada nessa terça-feira (19) em Dourados, homem identificado pelo apelido "Cabeça", foi preso temporariamente acusado de ser mentor de esquema criminoso que realizava transporte de volumosas cargas de cloridrato de cocaína.

Também foram detidos em ação da PF (Polícia Federal), com apoio da PRF (Polícia Rodovi√°ria Federal), "Farinha", 54 anos e "Saveirão", 31 anos, acusados de integrarem a organização voltada ao tr√°fico de drogas.

No mesmo dia, diversos mandados de busca e apreensão acabaram cumpridos em endereços de mais pessoas investigadas por suspeita de participação no esquema ilegal, com cargas que chegaram ser avaliadas em aproximadamente R$ 50 milhões.

Era Cabeça, que inclusive deu o nome à operação – "Akã" traduzido do Guarani significa "cabeça" -, o respons√°vel pela organização logística do transporte das drogas em pelo menos duas travessias interceptadas pela PRF, segundo as investigações.

Ele mantinha conversas diretas via aplicativos de troca de mensagens instant√Ęneas com motoristas de cargas legalizadas. Estes eram contatados e aliciados para transporte simult√Ęneo de cargas ilícitas e lícitas.

Além disso, era Cabeça o elo com Farinha, respons√°vel por armazenar temporariamente a cocaína em Dourados, após atravessar a região de fronteira entre a região Sul de Mato Grosso do Sul e o Paraguai.

Farinha alugava resid√™ncias em Dourados, por vezes em nome de "laranjas". Os imóveis eram usados exclusivamente como entreposto do tr√°fico de cocaína, ainda segundo relatório investigativo da PF.

J√° "Saveirão", 31 anos, terceiro investigado preso temporariamente, foi quem apresentou Cabeça ao motorista Juarez Barbosa Ribeiro, 45 anos, preso por equipe da PRF na BR-163, em Dourados, no dia 16 de setembro de 2022, com 504 quilos de cocaína.

Apreensão de cocaína em abordagem da PRF em setembro de 2022 - (Crédito: Dourados News)

Foi esta apreensão ocorrida em abordagem de rotina que chamou a atenção da PF e deu início as investigações, resultando em ação conjunta para cumprimento de mandados judiciais nessa terça-feira (19/9), em Dourados.

Os levantamentos obtidos pela polícia revelam que Cabeça continuou atuando na parte de estratégia e logística visando o transporte de cocaína para grandes centros urbanos do país.

Também foi ele quem intermediou tentativa de transporte de 446,5 quilos de cocaína em um caminhão bitrem tanque, flagrada no dia 14 de fevereiro de 2023, em posto policial da PRF na BR163, em Dourados. A droga seria levada para o Estado de São Paulo.

Após abordagem, Toni Marcos de Araújo Sena, 35 anos, foi preso em flagrante, também se encontra custodiado em regime fechado na PED.

Fonte: Dourados News

Comunicar erro
Governo do Estado

Coment√°rios

Assembleia Legislativa