Banner

"Fomos a Nova Iorque plantar o futuro", avalia governador ao dizer que MS entrou no radar do mundo

Por PH em 21/05/2024 às 07:23:26

Depois de uma semana intensa de reuniões e eventos em Nova Iorque, no MS Day Internacional, o governador Eduardo Riedel avaliou os benefícios e conquistas que trouxe para Mato Grosso do Sul. Ele citou que o Estado chamou a atenção do mercado internacional, ao entrar em evid√™ncia e no radar das grandes empresas e instituições financeiras.

Riedel aproveitou a oportunidade para apresentar os projetos estruturantes (Estado) que vão seguir para concessão e PPP (Parceria Pública-Privada), investimentos em diversos setores, como infraestrutura, celulose e bioenergia, e que somados chegam quase a R$ 30 bilhões.

"Fomos a Nova Iorque plantar o futuro. Somos um Estado que tem a segunda maior capacidade de investimento no Brasil, ambiente positivo de negócios, ativo ambiental e índice positivo em diferentes setores. Isto chamou a atenção dos investidores nacionais e internacional, pois estamos em outro patamar e queremos colocar o Estado em outra dimensão", afirmou o governador.

Governador apresenta balanço do MS Day Internacional

Projetos estruturantes

O governador aproveitou a oportunidade de estar no centro comercial e financeiro do mundo para apresentar os projetos estruturantes do Estado, que ultrapassam R$ 27 bilhões. Eles vão seguir a leilão para concessões ou PPPs (Parceria Pública-Privada) em diferentes setores, como modais de transporte, saúde e meio ambiente.

Governador apresentou balanço das reuniões em Nova Iorque

A carteira de projetos em estruturação no Escritório de Parcerias Estratégicas (EPE) com ações voltadas ao desenvolvimento em logística no Estado são: concessão das rodovias, estimada em 8,7 bilhões em investimentos privados, além da concessão de um porto e aeroportos regionais, cujos investimentos estimados são de R$ 631 milhões.

Outro eixo estratégico estudado pelo governo são as unidades hospitalares que abrangem as quatro macrorregiões de saúde, totalizando R$ 16,6 bilhões de investimentos. Os estudos envolvem hospitais de Campo Grande, Dourados, Tr√™s Lagoas e Corumb√°.

Com investimento previsto de R$ 1 bilhão, o Escritório de Parcerias Estratégicas realiza estudos de concessão para o Parque das Nações Indígenas, incluído o Bioparque Pantanal e Parque Estadual do Prosa.

Neste pacote estão as rodovias BR-262 (Campo Grande a Tr√™s Lagoas), BR-267 (Bataguassu a Nova Alvorada) e MS-040 (Campo Grande a Bataguassu). "Todos os leilões serão na B3, em São Paulo, para participação dos players internacionais. Ao apresentar as oportunidades em Nova Iorque, entramos no radar internacional", afirmou o governador.

Governador durante evento em Nova Iorque (Foto: Divulgação)

Encontros

O governador detalhou que a comitiva do Mato Grosso do Sul participou dos encontros oficiais que faziam parte do "Brazilian Week", entre eles o Lide (Fórum Lide Brazil Investment 2024) e o Semin√°rio do Valor Econômico (Summit Valor Econômico Brazil – USA), sendo mais uma oportunidade de apresentar as potencialidades do Estado.

Também promoveu eventos específicos para reunir empres√°rios de diferentes setores. "No domingo (12) promovemos um jantar com mais de 150 empres√°rios de diferentes setores, com empresas de países como China, Índia e Estados Unidos. J√° na quinta-feira (16) recebemos empres√°rios do setor de infraestrutura. Chamamos atenção de pelo que temos a oferecer, reforçar nossos projetos estruturantes e trazer novas empresas".

Foram feitas ainda reuniões particulares com empresas e instituições financeiras importantes, entre elas com Bank of América, BTG Pactual, JP Morgan, Banco J. Safra, XP Investimentos, Citibank, entre outras.

Governador participou de reuniões com empres√°rios e bancos (Foto: Divulgação)

Semana de trabalho

O Governo de Mato Grosso do Sul, em parceria com a Fiems, realizou o MS Day Internacional, em Nova Iorque, entre os dias 12 e 17 de maio de 2024.

O evento fez parte da Brazilian Week, semana com discussões sobre desafios do cen√°rio internacional e da economia brasileira. Foram quatro meses de preparação para a agenda formada por reuniões com instituições banc√°rias, fundos de investimento, empres√°rios globais e câmaras de comércio. A apresentação de projetos foi em torno, principalmente, das √°reas de meio ambiente e infraestrutura, incluindo, rodovias e ferrovias.

Leonardo Rocha, Comunicação do Governo de MS
Fotos: Saul Schramm

Comunicar erro
ana

Coment√°rios

Tribunal