Bioparque

Corpo de jovem é encontrado com oito perfurações de bala na fronteira

Por PH em 04/08/2022 às 20:01:42
Foto :Reprodução

Foto :Reprodução

O homem executado a tiros na noite de ontem (3) em Ponta Porã, a 313 km de Campo Grande, estava em situação de rua há algum tempo. Dependente químico, Alexandre Vinhales Cáceres, 23, vivia no bairro Marambaia, onde foi morto com pelo menos oito tiros de pistola 9 milímetros.

A execução ocorreu na Rua João Manoel Cardinal, esquina com Leticia Zaneti. Peritos da Polícia Civil recolheram 13 cápsulas deflagradas de pistola 9 milímetros no local.

O corpo de Alexandre foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) e reconhecido hoje de manhã pelo irmão. Segundo ele, o rapaz morava na rua há pelo menos dois anos. Os familiares dele moram no Marambaia. Alexandre tinha antecedente por furto.

As execuções de usuários de drogas e acusados de furtos e roubos são constantes na linha internacional de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Grupos de extermínio, entre os quais os "Justiceiros da Fronteira", têm forte atuação na região.

CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Comunicar erro

Comentários

vacin