Canal 73

Com R$ 3,2 bilhões, MS teve aumento de 227% nos investimentos p√ļblicos nos √ļltimos tr√™s anos

Por PH em 01/04/2024 às 07:36:42

Com foco em fazer mais e melhores entregas à população, Mato Grosso do Sul teve um aumento de 227% dos investimentos públicos estaduais nos últimos tr√™s anos, passando de R$ 996 milhões em 2020 para a marca de R$ 3,2 bilhões no ano passado. Isso coloca o Estado bem acima da média nacional, quando avalia o investimento per capita (por habitante). As informações constam nos Dados do Tesouro Transparente e nos RREOs (Relatório Resumido da Execução Orçament√°ria) dos estados publicados em 2024.

Daiene Ribeiro foi contemplada pelo Lote Urbanizado

São esses recursos que t√™m a capacidade de melhorar a vida do cidadão. Foi o que ocorreu com Daiene Ribeiro, moradora de Brasilândia. Ela foi das beneficiada com o programa "Lote Urbanizado". Daiene ganhou o terreno e base da resid√™ncia, para construir a sua casa própria.

"Essa ação do Governo do Estado me ajudou muito, pois se trata da realização de um sonho, que é ter a minha casa própria. Vim de Cornélio Procópio no Paran√° e j√° moro h√° 19 anos no Estado. Estava pagando aluguel e agora a minha vida vai mudar. A minha casa j√° est√° fase final da construção", contou.

Com apoio do Governo, Daiene est√° construindo sua moradia

Ela vai morar na resid√™ncia com seu marido e filha de 11 anos. "Me contaram (sic) sobre o programa (Lote Urbanizado), fiz o cadastro e logo fui contemplada. Ano passado ganhei o lote e j√° comecei a construir. Esse apoio do Estado foi muito importante para minha família".

Esse cen√°rio positivo foi construído pelo Governo do Estado com uma série de ações na gestão pública, entre elas a realização de reformas estruturantes (previd√™ncia e administrativa), mudanças tribut√°rias, contenção de gastos e fomento ao bom ambiente de negócios, que permitiu a diversificação das cadeias produtivas e atração de R$ 76 bilhões de investimentos privados nos últimos 10 anos, sendo R$ 17 bilhões apenas no ano passado.

Obra na Estrada do 21 é um dos grandes investimentos do Estado (Foto: Saul Schramm)

Acima da média

Outro destaque nacional são os investimentos públicos per capita do Estado. Nesse contexto se avalia quanto o Governo investe por habitante. Em 2023, isso representou R$ 1.183,86 para cada cidadão sul-mato-grossense, o que também demonstra um crescimento de 227% em relação a 2020, quando o valor era de R$ 361,43 (por pessoa).

"O Estado fez o dever de casa, promoveu reformas, construiu bom ambiente de negócios, atraiu investimentos privados bilion√°rios e assim gerou a capacidade de fazer investimento público, sendo um dos estados que mais investe por habitante no Brasil. Isto significa que o orçamento público não est√° sendo consumido só para custeio, mas para melhorar a vida das pessoas", afirmou o governador Eduardo Riedel.

"Isto permite ao Estado gerar competitividade para os negócios, garantir infraestrutura de qualidade, em obras em rodovias, casas, escolas, hospitais, delegacias, habitação, dando o suporte necess√°rio para o crescimento do Estado. Estamos investindo de 15% a 17% da nossa receita corrente líquida, bem acima da média nacional que fica em 2% a 3%", completou.

Pavimentação da MS-338 vai encurtar caminhos em região da celulose (Foto: Bruno Rezende)

Grandes obras

Com condições de realizar investimentos públicos, o Governo do Estado est√° promovendo grandes obras em diferentes setores. Na infraestrutura e logística os destaques são pavimentações que vão ligar regiões, impulsionar a economia regional e encurtar caminhos para escoamento da produção, turismo e desenvolvimento.

Obra na MS-357 em Ribas do Rio Pardo (Foto: √Ālvaro Rezende)

Entre elas est√° a nova ligação entre Ribas do Rio Pardo e Camapuã, com asfalto das rodovias MS-357 e MS-338, que juntas somam mais de R$ 300 milhões. Esta região é o novo polo mundial de celulose, com a construção da f√°brica da Suzano em Mato Grosso do Sul.

Para fomentar o turismo regional, também est√° na fase final a pavimentação de 100 quilômetros da MS-345, conhecida como "Estrada do 21", que vai encurtar em até 40 quilômetros o caminho de Campo Grande a Bonito, seguindo pela cidade de Anast√°cio. L√° são quatro frentes de trabalho, com novas pontes, drenagem e até túneis para passagem de animais.

Em prol do desenvolvimento econômico, o Governo promove a integração da Rota Sul-Fronteira, que passa por v√°rias rodovias estaduais (MS-165, MS-384, MS-164), e vai ligar Antônio João a Mundo Novo margeando o Paraguai e passando pelos municípios de Ponta Porã, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Sete Quedas, Japorã e Mundo Novo. Toda a ligação possui cerca de 400 quilômetros.

Programa Bônus Moradia vai facilitar acesso a casa própria (Foto: Divulgação)

Habitação e social

Outro foco é o investimento bilion√°rio em obras de infraestrutura urbana nas 79 cidades do Estado, tendo como objetivo asfaltar as vias públicas dos municípios e assim garantir mais qualidade de vida à população, que vai se livrar da poeira e do barro nos dias de chuva. As novas obras foram acordadas com os prefeitos e vereadores.

Na √°rea de habitação o Estado segue com programas importantes, entre eles o "Bônus Moradia", que ajuda o cidadão a financiar a casa própria, pagando a entrada do imóvel, em subsídios de até R$ 25 mil. A iniciativa vai atender até 2,2 mil famílias. Este sempre foi um dos entraves (valor da entrada) no acesso a moradia junto à iniciativa privada.

Também continuam os projetos do "Lote Urbanizado", onde o Estado cede o terreno e entrega a base da casa para o futuro morador construir. Ainda tem a retomada do programa "Minha Casa, Minha Vida", em parceria com a União, onde Mato Grosso do Sul foi o primeiro estado contemplado no retorno do programa.

Governo promove reformas nas escolas estaduais (Foto: Bruno Rezende)

E não são só investimentos em obras. Na √°rea social dois programas são protagonistas, entre eles o "Mais Social", onde o Estado repassa R$ 450,00 por m√™s a famílias em vulnerabilidade, por meio de um cartão social. E o "Energia Social – Conta de Luz Zero", que o Governo paga a conta de energia das famílias de consumo mensal até 220 kWh.

Os investimentos públicos também seguem firmes em √°reas essenciais, como na educação com reformas de escolas e expansão da educação integral, regionalização da saúde pública, com melhores estruturas para atender a população, assim como políticas públicas para segurança, saneamento, esporte, cultura e lazer.

Leonardo Rocha, Comunicação do Governo de MS
Foto da Capa: √Ālvaro Rezende (obra na MS-357)

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comunicar erro
governo combate

Coment√°rios

Assembleia Legislativa